Consciência Situacional

Os ataques de 11 de setembro de 2001 às Torres Gêmeas expuseram ao mundo uma fragilidade dos sistemas de segurança que existiam. Apesar de toda infraestrutura existente, não foi possível identificar alterações nos sistemas aéreos e, então, ocorreram os atentados. A partir daquele momento, foram criadas diferentes ações voltadas para o reconhecimento de anomalias nos sistemas de segurança que interligavam os serviços aéreos.

No que se refere ao comércio mundial, a Organização das Nações Unidas[1] (ONU) aponta que cerca de 80% das atividades ocorrem por via marítima. Por esta razão, as preocupações com possíveis anomalias nesse sistema resultaram em esforços que viabilizaram ações de identificação das inconsistências no ambiente marítimo. Este movimento é denominado como Consciência Situacional Marítima (CSM), que se volta ao entendimento das atividades ligadas ao ambiente marítimo e que podem impactar a segurança, a salvaguarda, a economia e o meio ambiente.

De acordo com o Governo Federal[2], em 2017, mais de 90% das exportações brasileiras ocorreram por meio do transporte marítimo. Dessa forma, é crucial a atenção com as possíveis variações que podem impactar economicamente as atividades de exportação do transporte marítimo.

Por essa razão, este trabalho tem por finalidade a verificação conceitual de Consciência Situacional Marítima, identificando as variações, semelhanças e diferenças de pontos de vista sobre o tema. A partir disso, busca-se propor a elaboração de um conceito autóctone de CSM, considerando as especificidades brasileiras.


[1]          Disponível em: <https://nacoesunidas.org/onu-comercio-maritimo-internacional-atinge-92-bilhoes-de-toneladas-pela-primeira-vez-na-historia/>. Acesso em: 25 fev. 2019.

[2]          Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/noticias/infraestrutura/2017/11/essencial-para-o-comercio-exterior-transporte-maritimo-avanca-no-brasil>. Acesso em: 25 fev. 2019.

Coordenação: Prof. Dr. William Moreira (PPGEM/EGN)

Gestor: Prof. Dr. Leonardo Perin Vichi (LSC/EGN)

Consultor: Ms. Charles Martins Hora (PPGEM/EGN)