Cooperação Interagências

O projeto buscará a construção de uma arquitetura que analise o papel da MB em situação de cooperação interagência e em operações conjuntas. Percebe-se que no momento atual as Forças Armadas e a Marinha do Brasil em especial, têm sido chamadas a desempenhar um papel importante e cada vez mais constante em situações destinadas à preservação da ordem pública, combate aos delitos transfronteiriços e crimes ambientais.

Neste contexto de cooperação com outras agências onde cada Instituição precisa aprender a conviver com as diferenças de pensamento e cultura, a MB precisa atuar construindo processos integrados e ferramentas que possibilitem uma real interoperabilidade. Isto ocorrerá a partir de um levantamento de informações sobre a participação da Marinha do Brasil nas operações acima citadas, delineando sua participação nessas operações tanto no âmbito nacional quanto no internacional, caso tenha ocorrido alguma operação deste tipo.

Serāo coletados dados referentes a temática, isto é, as questões mais propícias para a inserção da MB; aos resultados, entendidos aqui como o que ocorreu após a atuação; ao período de duração da operação e as regiões ondem mais acontecem as operações conjuntas e interagências.

Este levantamento visará, também, analisar o quanto a cooperação impacta a segurança e vice-versa, partindo da premissa de que a quando as relações de cooperação se mantem, cria-se um padrão comportamental de atuação dos parceiros. Este parâmetro, já conhecido, tem a função de facilitar a tomada de decisões ao produzir um cenário com um mínimo de previsibilidade.

Ainda, no escopo deste projeto, buscar-se-á compreender como o comportamento decisório da MB, no processo de cooperação interagência, afeta sua atribuição na segurança, procurando favorecer a elaboração de políticas e de doutrina que contenha uma mentalidade mais adequada à sua real atuação no mundo moderno.

Colaboradora: Profa. Dra. Cintiene Sandes (Escola Superior de Guerra)

Gestor: Prof. Dr. Leonardo Perin Vichi (LSC/EGN)

Consultora: Ms. Ana Fernanda Moreira Baptista (PPGEM/EGN)